Jornalismo

Guia do estudante:
Reconhecido pelo MEC
Confira as portarias
Autorização/Criação
  • Resolução Consun nº 16, de 27 de novembro de 1997
Reconhecimento
  • Portaria nº 390, publicada no DOU de 19 de julho de 2006
Renovação de reconhecimento
  • Portaria n° 705, de 18 de dezembro de 2013

Sobre o curso

Modalidade
Presencial
Tipo de Curso
Bacharelado
Duração
8 semestres

Horário e Mensalidade

Escolha a localização e o período para visualizar

Por que na Anhembi

Excelência Acadêmica na área de Comunicação

A Anhembi Morumbi é uma das melhores universidades do Brasil na área de Comunicação. O curso de Jornalismo é voltado à formação de profissionais éticos, socialmente responsáveis e totalmente alinhados às exigências do mercado. Além disso, tem sido reconhecido entre os melhores do país, com reiteradas 4 estrelas nas últimas edições do Guia do Estudante.

Aplicação prática do conhecimento

Aprendizado baseado em conceitos atuais e práticas emergentes, como gestão de informação e produção jornalística para novas mídias digitais, o que o coloca na vanguarda do mercado profissional. Aqui, você terá atividades práticas em meios eletrônicos, impressos e digitais, desde o primeiro semestre do curso, além de sólido repertório de conhecimentos humanísticos e culturais, que contribuem para o desenvolvimento de visão crítica da realidade. Esse exercício profissional é propiciado por meio do Portal de Jornalismo (www.anhembi.br/jornalismo), um espaço inteiramente dedicado à produção de alunos.


Infraestrutura de nível internacional

Desde o início do curso, você será envolvido em atividades práticas, nas mais diversas áreas. Para potencializar seu aprendizado, contará com o apoio de uma infraestrutura de ponta, com mais de 1.000 m² de área total de estúdios para produções audiovisuais. As instalações são totalmente equipadas para a prática de atividades em rádio, televisão, cinema, jornalismo, publicidade e propaganda, produção editorial e relações públicas, atendendo às altas exigências do mercado de comunicação e multimídia.

Formação alinhada às exigências do mercado

A cada dia, novos campos de atuação se abrem para jornalistas talentosos, bem qualificados e cientes da importância da informação nos processos de tomada de decisão e no exercício consciente da cidadania. Paralelamente às ofertas no mercado jornalístico tradicional, há novas oportunidades de trabalho em sites institucionais e de notícias, em veículos segmentados e assessorias de comunicação, em produtoras independentes e organizações do terceiro setor.

E, para conseguir atingir às expectativas que o mercado exige, o curso de Jornalismo da Anhembi Morumbi irá prepará-lo para, além das competências e habilidades clássicas no jornalismo, fazer frente às mudanças recentes na dinâmica social e no cenário das organizações.


Corpo Docente qualificado

Você terá aulas com professores titulados, a maioria mestres e doutores, e com especialistas atuantes no mercado, tanto em empresas jornalísticas como na área de Comunicação de grandes empresas.

Parcerias

Desde 2010, o curso de Jornalismo é parceiro da Rádio CBN, em que o segmento Universidade no Ar difunde uma reportagem por mês feita por alunos. No terceiro sábado do mês, por volta das 11h, nossas reportagens vão ao ar pela Rádio CBN São Paulo.


Carreira

O que lhe reserva a carreira de Jornalismo

Apesar de o mercado de trabalho para jornalistas ser competitivo, ele oferece mais oportunidades no setor privado do que no público. Para iniciantes, há demanda por websurfes – pesquisadores responsáveis pelo levantamento de sites e informações de interesse para determinado cliente – e para os profissionais mais experientes há oportunidades na área de criação e edição de textos para websites. O jornalista também pode atuar na coordenação de serviços de comunicação em empresas e governo e em assessorias para políticos, empresas e artistas, no contato com a imprensa.

Grade curricular

JORNALISMO

COMUNICAÇÃO (EAD)
FILOSOFIA E ÉTICA
CONVERGÊNCIA DE MÍDIAS
TEXTO JORNALÍSTICO
JORNALISMO: TEORIA E PRÁTICA
METODOLOGIA CIENTÍFICA (EAD)
ARTE, CULTURA E ESTÉTICA
SOCIOLOGIA
REDAÇÃO JORNALÍSTICA
JORNALISMO DIGITAL
ANTROPOLOGIA E CULTURA BRASILEIRA (EAD)
TEORIAS DA COMUNICAÇÃO
TELEJORNALISMO
HISTÓRIA CONTEMPORÂNEA
RADIOJORNALISMO
DESENVOLVIMENTO HUMANO E SOCIAL (EAD)
FOTOJORNALISMO E PLANEJAMENTO VISUAL I
PRODUÇÃO DE JORNAL
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
GESTÃO DA INFORMAÇÃO: CIDADES E ESPORTES
DESAFIOS CONTEMPORÂNEOS (EAD)
FOTOJORNALISMO E PLANEJAMENTO VISUAL II
PRODUÇÃO DE REVISTA
GESTÃO DA INFORMAÇÃO: POLÍTICA E ECONOMIA
OPTATIVA TRILHA 1
EMPREENDEDORISMO (EAD)
COMUNICAÇÃO MULTIPLATAFORMA
DOCUMENTÁRIO EM VÍDEO
GESTÃO DA INFORMAÇÃO: CIÊNCIA E CULTURA
OPTATIVA TRILHA 2
OPTATIVA (EAD – INCLUI LIBRAS)
PESQUISA APLICADA EM JORNALISMO
GRANDES REPORTAGENS
METODOLOGIA DE PROJETOS EM JORNALISMO
LABORATÓRIO DE PRÁTICAS EM JORNALISMO I
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO
LABORATÓRIO DE PRÁTICAS EM JORNALISMO II
ESTÁGIO SUPERVISIONADO
ATIVIDADES COMPLEMENTARES

A matriz curricular do curso poderá sofrer alteração a critério da Instituição de Ensino, respeitando as diretrizes curriculares nacionais e a coerência com o projeto pedagógico do curso, sempre em conformidade com a legislação vigente.

Sobre a coordenação e corpo docente

Clique aqui e confira o corpo docente

  • Coordenador Adjunto

    José Augusto Lobato

    Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (PPGCOM-USP), mestre em Comunicação pela Faculdade Cásper Líbero e graduado em Jornalismo pela Universidade da Amazônia. No mercado profissional, atuou em redação de jornal impresso (jornais Folha de S. Paulo e O Liberal/Amazônia), televisão (TVU), revista (Superinteressante, FFW Mag, Paulista em Foco) e comunicação empresarial. Hoje, é sócio, editor e coordenador de conteúdo na consultoria Report Sustentabilidade, já tendo atendido empresas como BRF, Unilever, Samarco, Caixa, São Martinho, EcoRodovias, Toyota, Dow e Roche. Na área acadêmica, lecionou nos cursos de pós-graduação lato sensu da PUC Minas e do Centro Universitário FMU FIAM-FAAM e hoje atua como docente na área de comunicação, em cursos como Jornalismo, Relações Públicas e Rádio, TV e Internet. Na Universidade Anhembi Morumbi, é professor e coordenador do curso de Jornalismo e realiza estágio pós-doutoral no Programa de Pós-Graduação em Comunicação.
  • Coordenadora do Curso

    Maria Cristina Rosa de Almeida

    Jornalista graduada pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (1979), especialista em Comunicação e Educação pela Universidade Anhembi Morumbi (2001) e mestre em Ciências da Comunicação pela ECA-USP (2012). No mercado profissional, durante mais de 20 anos, foi chefe de redação e editora de revistas, tanto comerciais (Afinal, Planeta, W São Paulo) como empresariais (Nestlé, Kodak, Gradiente, Bayer, McDonald’s, Sesi, Unimed). Atuando na Universidade Anhembi Morumbi desde 1999, foi coordenadora geral do curso de Comunicação Social (2000-2002), coordenadora de produção do departamento de Educação a Distância (2003-2005) e coordenadora do curso de Jornalismo (2005-2007). De fevereiro de 2015 a agosto de 2016,foi professora da pós-graduação lato sensu também no EAD do Senac-SP. Atualmente, é coordenadora-adjunta dos cursos de Jornalismo, Produção Editorial e Relações Públicas, além de professora no curso de Jornalismo da mesma instituição.

Disponível nos seguintes câmpus

  • Vila Olímpia

    Rua Casa do Ator, 275 - Vila Olímpia
    CEP: 04546-001 - São Paulo - SP

  • Paulista I

    Avenida Paulista, 2000 - Bela Vista
    CEP: 01310-200 - São Paulo - SP

  • Mooca (Centro)

    Rua Dr. Almeida Lima, 1134 - Mooca
    CEP: 03164-000 - São paulo - SP

Sobre o intercâmbio

Sua viagem pelo conhecimento começa agora

A Anhembi Morumbi faz parte de uma rede internacional de universidades: a Laureate International Universities. Com mais de 80 instituições inovadoras ao redor do mundo, a Rede Laureate provê, a mais de 1 milhão de alunos, acesso a um ensino de qualidade por meio de cursos de graduação e pós-graduação presenciais, semipresenciais e on-line.

Confira os programas e destinos disponíveis:

Semestral

Instituição País Investimento Idioma Detalhes Documento

Universidad Peruana de Ciencias Aplicadas (UPC)

A Universidade Peruana de Ciências Aplicadas (UPC) nasceu em 1994 como uma instituição de ensino baseada na criatividade e inovação, visando a formação de futuros profissionais, que serão protagonistas da mudança. Hoje é a primeira universidade global no Peru. Possui mais de 40 cursos de graduação nas Faculdades de Administração em Hotelaria e Turismo, Arquitetura, Artes Contemporâneas, Ciências da Saúde, Ciências Humanas, Comunicações, Direito, Design, Economia, Educação, Engenharia, Negócios e Psicologia. Além disso, possui mais de 20 programas de pós-graduação.

PERU Continua a pagar o mesmo valor de mensalidade (preço de edital/ sem bolsas e descontos). ESPANHOL Necessário visto de estudos. Apresentação

Universidad Andrés Bello (UNAB)

Fundada em 1989, Universidad Andrés Bello (UNAB) é conhecida por seu rigor acadêmico e excelência em pesquisa. Mais de 47 mil alunos estão matriculados nos campi Santiago, Viña del Mar e Concepción. A UNAB é considerada a melhor universidade privada do Chile e mantém posição de destaque nos rankings internacionais, como o QS Stars, que a classificou como uma das 10 melhores instiuições de ensino superior da América Latina.

CHILE Continua a pagar o mesmo valor de mensalidade (preço de edital/ sem bolsas e descontos) ESPANHOL Necessário visto de estudos. Apresentação

Universidad del Valle de México (UVM)

Fundada em 1960, Universidad del Valle de México (UVM) é uma das 10 melhores instituições de ensino superior do México. Com 125.000 alunos matriculados em 36 campi, espalhados por 18 estados, também é a maior universidade privada do país.

MÉXICO Continua a pagar o mesmo valor de mensalidade (preço de edital/ sem bolsas e descontos) ESPANHOL Exigido o teste de proficiência não oficial de espanhol - nível mínimo B2. Necessário visto de estudos para curso com duração superior a 6 meses. Apresentação

Universidad Latina de Costa Rica (Ulatina)

A Universidad Latina, fundada em 1979, e a Universidad Interamericana de Costa Rica, fundada em 1986, juntaram-se em 2010 para se tornar a Universidad Latina de Costa Rica (ULATINA), uma instituição que combina os pontos fortes e as especialidades de suas antecessoras. A ULATINA é a maior universidade privada da Costa Rica, de acordo com o Estado de la Educación en Costa Rica, com mais de 35.400 estudantes matriculados.

COSTA RICA Continua a pagar o mesmo valor de mensalidade (preço de edital/ sem bolsas e descontos). ESPANHOL Necessário visto de estudos. Apresentação

Universidad Europea Miguel de Cervantes (UEMC)

Fundada em 2002, a Universidad Europea Miguel de Cervantes é uma universidade privada, jovem e dinâmica que desenvolve uma educação de qualidade voltada para o aluno, apoiada por atendimento personalizado, pequenos grupos e práticas de negócios. Da mesma forma, o trabalho de pesquisa concentra seus esforços na materialização dos avanços científicos, socioeconômicos e ambientais.

ESPANHA 2.000 euros (por semestre acadêmico). ESPANHOL Necessário visto de estudos. Apresentação

Universidad Tecnológica Centroamericana (UNITEC)

Fundada em 1987, a Universidad Tecnológica Centroamericana (UNITEC) promove o espírito empreendedor de seus mais de 20.000 alunos. A instituição conta com três campi em Tegucigalpa e um em San Pedro de Sula. A UNITEC se destaca como a universidade privada de maior prestígio em Honduras, de acordo ranking do Unimer Research International.

HONDURAS Continua a pagar o mesmo valor de mensalidade (preço de edital/ sem bolsas e descontos). ESPANHOL Necessário visto de estudos. Apresentação

Universidad Interamericana de Panamá (UIP)

A Universidade Interamericana do Panamá, iniciou suas operações em 1994, com 90 alunos matriculados. Sua evolução como instituição anda de mãos dadas com o desenvolvimento do país, com o qual tem um compromisso firme, e em 2003 ingressou na Rede Laureate International Universities.

PANAMÁ Continua a pagar o mesmo valor de mensalidade (preço de edital/ sem bolsas e descontos). ESPANHOL Necessário visto de estudos. Apresentação

Stamford International University (SIU)

A Stamford International University foi fundada em 1995 e tem estudantes provenientes de mais de 68 países. Primeira universidade na Tailândia a receber a credencial da Assembléia Internacional para Educação Colegial de Negócios (IACBE) pelos programas oferecidos em sua Faculdade de Tecnologia e Negócios.

TAILÂNDIA Continua a pagar o mesmo valor de mensalidade (preço de edital/ sem bolsas e descontos). Acrescido o valor de matrícula exigido pela imigração da Tailândia sob estudantes internacionais - 5.000 Baht - válido para um semestre. Em caso de extensão (+1 semestre) o valor para renovação de matrícula é de 1.900 Baht. INGLÊS Exigido o teste de proficiência oficial de inglês - nível mínimo B2. Histórico escolar oficial e carta de motivação (traduzidos em inglês). Necessário visto de estudos.

Saiba mais

Inscreva-se

Português (Brasil)
English Português (Brasil)