Vídeos produzidos por alunos de Rádio e TV são premiados no 16º Gramado Cine Vídeo

0h00

Na 16ª edição do Gramado Cine Vídeo, a mais importante premiação do audiovisual universitário e independente do Brasil, duas produções realizadas por alunos do curso de Rádio e TV da Universidade Anhembi Morumbi conquistaram o “Galgo de Ouro”, nome do troféu oferecido aos vencedores de cata categoria. Os vídeos “Os mistérios da meia noite” e “Os donos da ilha” incluem a lista dos 36 vencedores eleitos pelo júri composto por renomados profissionais da área.

Alunos produtores dos vídeos "Os Donos da Ilha" e "Mistérios da Meia Noite" com os prêmios "Galgo de Ouro"
Alunos produtores dos vídeos “Os Donos da Ilha” e “Mistérios da Meia Noite” com os prêmios “Galgo de Ouro”

O vídeo “Os mistérios da meia noite”, vencedor da categoria Vídeo Universitário Brasileiro/Programa de TV é um piloto de uma série de televisão que aborda o tema Ocultismo, na forma mais ampla da palavra, em que o ator Fábio Tomasini interpreta um investigador sobrenatural que traz a tona fatos e acontecimentos que a ciência não consegue explicar.

“Vencer o Gramado Cine Vídeo significa ser reconhecido como o melhor do ano na categoria, acredito que tanto em nível universitário quanto profissional é considerado o mais sério e prestigiado evento Brasileiro”, diz o diretor do vídeo, o aluno Gustavo Suguimoto.

Segundo Gustavo, os diferenciais que destacaram a produção são as várias técnicas de animação gráfica aplicadas no projeto e a abordagem de um tema muito pouco difundido no Brasil, a cultura do terror e horror. “Vale ressaltar que não fizemos o vídeo para o evento e, inclusive, de início não pensávamos em mandá-lo para o concurso. Devo admitir que eu até mesmo duvidava da chance que o projeto tinha de ganhar, mas quando a apresentadora da cerimônia de premiação me chamou para o palco fiquei sem saber o que fazer”, lembra o diretor do vídeo.

Na categoria Vídeo Universitário Brasileiro/Vídeo Social/Resgate da Cidadania o trabalho vencedor foi “Os donos da Ilha”, dirigido pelo aluno Kiko Cardial. “O vídeo é sobre a perda da identidade do caiçara do município de Ilhabela (litoral norte de são paulo). Eu com sendo da cidade cresci ouvindo muitas histórias, além de vivenciar tradições como a pesca, o mar, as danças, a congada, o turismo e os turistas”, afirma o aluno.

Kiko explica que a proposta do projeto é mostrar que a cultura caiçara de Ilhabela merece ser preservada pois é muito rica e está diretamente relacionada com a história do Brasil, trazendo influências negras, européias e indígenas. “Vencer essa premiação é um ótimo reconhecimento do trabalho para o grupo e voz ao caiçara de Ilhabela”, enfatiza.

Para ambos os grupos, o corpo docente e a estrutura da Universidade Anhembi Morumbi foram fundamentais para a realização das produções. “Os professores sempre estiveram à nossa disposição para discutir e esclarecer”, afirma Kiko. “Acredito que assim como a Universidade, o que foi mais determinante da ajuda recebida foi com certeza o incentivo para coisas inovadoras e às vezes inesperadas como foi o caso do projeto dos Mistérios”, finaliza Gustavo.

Confira a ficha técnica dos vídeos:

• Os Donos da Ilha – clique aqui
• Mistérios da Meia Noite – clique aqui