Universidade recebe 6º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo

0h00

A Anhembi Morumbi sediará o 6º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, realizado pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (ABRAJI), de 30 de junho a 2 de julho, no câmpus Vila Olímpia.

Serão mais de 100 palestrantes e 70 cursos e palestras, algumas transmitidas ao vivo pelo UOL. Confira aqui a programação completa.

Entre as personalidades do mundo jornalístico que serão recebidas estão Juca Kfouri (ESPN), Renata Lo Prete (Folha de S. Paulo), Fernando Mitre (Band), Heródoto Barbeiro (Record), Ricardo Boechat (Band), Marcelo Tas (Band), Marta Salomon (Estadão), Ricardo Noblat (O Globo), Miriam Leitão (TV Globo).

O tema central do encontro é o jornalismo on-line e os desafios para a reportagem investigativa na plataforma digital. A respeito deste assunto, uma das participações mais aguardadas é a do jornalista islandês Kristinn Hrafnsson, número dois do Wikileaks, que assumiu a dianteira do site após a prisão de seu idealizador, Julian Assange. Ele participará de duas mesas que acontecem no dia 1º de julho.

A cobertura dos megaeventos também está na pauta da programação, com mesas de discussão voltadas à cobertura da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016, com participação de especialistas brasileiros e estrangeiros como Andrew Jennings, repórter britânico banido pela FIFA por revelar negociatas da federação com o setor privado.

“A combinação de assuntos relevantes e o debate entre profissionais da mais alta competência enriquecem as reflexões e fazem com que o evento, a cada ano, supere as expectativas do público”, afirma João Garção, diretor da Escola de Comunicação da Universidade Anhembi Morumbi. 
 
O evento ainda promoverá cursos sobre técnicas de Reportagem com Auxílio do Computador (RAC), uso de ferramentas do Google, leitura de balanços das empresas, investigação de gasto público, narcotráfico, lavagem de dinheiro, assim como painéis sobre os conflitos no mundo árabe, cobertura de terremotos, crime organizado, política e economia.