Semana do Meio Ambiente reúne alunos dos mais variados cursos

0h00

Entre os dias 2 e 6 de junho, a Anhembi Morumbi promoveu uma semana em comemoração ao Dia Internacional do Meio Ambiente (5 de junho), realizando uma série de ações relacionadas ao tema.

Diversos cursos da Universidade se reuniram para deixar a programação ainda mais completa, entre eles: Direito, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Gestão Ambiental, Hotelaria e Pedagogia.

No dia 5 de junho, o público pôde participar de uma mesa-redonda, sob o tema “Mudanças Climáticas e seus Impactos”, com a presença de Demetrius Henrique Cardoso de Almeida, engenheiro de Tecnologias Ambientais e especialista em Gestão de Políticas Ambientais; Werner Grau Neto, especialista em Direito Ambiental e mestre em Direito Internacional; prof. Davis Sansolo, doutor em Planejamento de Paisagem, mestre em Educação Ambiental e docente do mestrado em Hospitalidade da Anhembi Morumbi; e Gisleine Coelho, coordenadora do curso de Gestão Ambiental da Universidade Anhembi Morumbi.

Demetrius traçou um breve panorama sobre a atual situação da atmosfera terrestre e o efeito estufa que, segundo ele, não é o vilão apresentado pela mídia. “Graças a ele, a temperatura média da Terra é de 15º. Portanto, o efeito estufa é uma característica natural e benéfica da atmosfera, podendo se preservar a vida no planeta”, disse.

Profa. Gisleine e Demetrius respondem às questões levantadas por alunos
Profa. Gisleine e Demetrius respondem às questões levantadas por alunos

 

O engenheiro afirmou que é preciso conseguir transformar todo o conhecimento que temos em ações de proteção e preservação do meio ambiente. “O universo é gigante, mas seu equilíbrio é frágil”, completou.

Werner Grau destacou a questão do protocolo de Kyoto e do MDL (Mecanismo de Desenvolvimento Limpo). Ele explicou que o protocolo de Kyoto é de natureza econômica e possui instrumentos aplicáveis em determinados países. “Ele tem a premissa de que todos iremos sofrer com o aquecimento global e que todos somos responsáveis por ele, no entanto, alguns têm maior responsabilidade e devem assumi-las”, explicou. “Já o MDL possui três premissas que o delineiam: são a voluntariedade, a adicionalidade e a sustentabilidade”.

Ele falou, ainda, sobre a questão da internacionalização da Amazônia. “As Relações Internacionais têm como base o princípio de nacionalização. E a internacionalização da Amazônia fere esse conceito e a premissa de soberania”, concluiu.

Prof. Davis e Werner durante mesa redonda
Prof. Davis e Werner durante mesa redonda

 

Para o aluno Bruno Palanti, do 4º ano de Turismo, a mesa redonda foi uma forma de tratar de um assunto que, além de ser pauta no cenário político mundial, é um do interesse dos alunos de todos os cursos.

O coordenador do curso de Direito, prof. Octávio Serra Negra, diz que as questões abordadas no evento são de interesse relevante para a Universidade. “E essas questões devem ser discutidas aqui, a fim de trazer novas idéias à tona”.

Para a profa. Gisleine Coelho, a discussão foi excelente por conseguir reunir alunos das mais variadas áreas. “Além disso, conseguimos reunir a opinião de diferentes tipos de profissionais e uní-las para a busca de novas soluções e alternativas para enfrentar o desafio de crescer de forma sustentável”, finalizou.

Conheça outras atividades desenvolvidas durante a semana:

Exposição de bicicletas
Com o objetivo de reforçar os aspectos positivos do uso da bicicleta como meio de locomoção, a Universidade, em parceria com a Caloi, expôs três modelos de bicicletas e fixou cartazes em pontos estratégicos, para reforçar essa conscientização.

Bibicleta não polui e permite a prática de exercício físico
Bibicleta não polui e permite a prática de exercício físico

 

Exposição de trabalhos
Os cursos de Gestão Ambiental e Engenharia Civil montaram uma exposição de maquetas e cartazes, com a intenção de despertar nos alunos o interesse em preservar o meio ambiente.

Material desenvolvido pelas alunas do curso de Pedagogia
Material desenvolvido pelas alunas do curso de Pedagogia

 

EcoPedágio
Alunas voluntárias distribuíram no farol 1 mil sacos de lixo em bioplástico (produto proveniente de elementos orgânicos de fácil decomposição), de forma a conscientizar os motoristas. Além do pedágio, foram distribuídos sacos de lixo nos estacionamentos da Universidade.

Conscientização de motoristas nos semáforos
Conscientização de motoristas nos semáforos

 

Coquetel Verde
Após a mesa redonda, palestrantes e público presente foram convidados a participar de um momento de descontração, no qual foi servido um coquetel de variedades naturais pelos alunos de Hotelaria.

Alimentos naturais especialmente preparados para a programação
Alimentos naturais especialmente preparados para a programação