Projeto de Gastronomia será financiado pelo Governo do MS

0h00

A gastronomia do Pantanal é o objeto de pesquisa do projeto Cozinha Regional Pantaneira, grupo que concentra estudantes, chefs, intelectuais e público em geral em torno do interesse comum dos sabores regional. Os trabalhos do grupo tiveram uma mostra do reconhecimento de sua importância no último dia 28 de abril. Na data, a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) divulgou a relação de projetos aprovados para receber financiamento do Fundo de Investimentos Culturais do estado (FIC-MS) em 2009. O Cozinha Regional Pantaneira foi um deles.

Coordenado pelo prof. chef Paulo Machado, formado em julho de 2008 no curso de Gastronomia da Anhembi Morumbi e atual supervisor do Centro de Pesquisas em Gastronomia Brasileira da Instituição, o projeto receberá o montante de R$ 50 mil, o quarto maior entre os valores distribuídos pela Fundação para o ano. De 207 inscritos, foram selecionados 39, que dividirão R$ 1 milhão.

A verba será utilizada para dar continuidade ao Cozinha Regional Pantaneira, ou seja, realizar trabalho científico e técnico de mapeamento e levantamento de dados da cozinha do Pantanal, o que inclui a pesquisa in loco. Assim, “um grupo de pesquisadores irá mapear dados gastronômicos da região, tais como produtos, ingredientes, novos temperos, produções, métodos de cocção etc”, detalha o prof. Paulo. Além disso, o projeto tem por objetivo produzir um vídeo sobre a cozinha Regional Pantaneira, bem como gerar artigos para publicação em revistas e sites especializados em gastronomia e ciência.

“Houve crescimento na qualidade dos projetos em geral”, comentou Edilson Aspet, gerente do FIC-MS. Para Américo Calheiros, presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, “o FIC mais uma vez contemplou projetos que vêm prestar uma profunda contribuição à cultura sul-mato-grossense, vindos da sociedade e sintonizados com a vontade de fazer arte e cultura de qualidade”.

Há vagas para os interessados em integrar o projeto. Prof. Paulo aponta que o grupo de alunos se reúne quinzenalmente “para pesquisas teóricas da culinária regional, a partir de bibliografia especializada do meu acervo particular e outros livros emprestados por pessoas ligadas ao Pantanal e região”. Como pré-requisito, o aluno deverá entrar em contato com o Centro de Pesquisas e estar inscrito no Currículo Lattes.