Programa oferece auxílio para cursos de graduação e pós-graduação no exterior

0h00

Estão abertas as inscrições para as bolsas de estudo do ciclo acadêmico de 2009-2010 da OEA (Organização dos Estados Americanos). A iniciativa, desenvolvida pela AICD (Agência Interamericana de Cooperação e Desenvolvimento), oferece auxílios para estudantes interessados em fazer cursos de graduação e pós-graduação no exterior.

Há oportunidades de estudos em países de língua inglesa, espanhola e holandesa. Brasileiros podem se candidatar até o dia 30 de maio de 2008.

O benefício pode ser utilizado em programas presenciais e à distância, além da combinação entre ambos. A escolha pelo curso está limitada às instituições de ensino dos países que pertencem à OEA, são eles: Antígua e Barbuda, Argentina, Bahamas, Barbados, Belize, Bolívia, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Dominica, Equador, El Salvador, Grenada, Guatemala, Guiana, Haiti, Honduras, Jamaica, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, São Cristóvão e Nevis, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas, Suriname, Trinidad e Tobago, Estados Unidos, Uruguai e Venezuela.

Para participar é preciso ser residente em um dos países membros da OEA. O candidato deve ainda possuir o nível de ensino necessário para ser admitido no programa acadêmico desejado e fluência no idioma do país de destino. A solicitação da bolsa deve estar vinculada às áreas prioritárias da entidade:

– Cultura
– Diversificação e Integração Econômica, Liberalização Comercial e Acesso a Mercados
– Educação
– Desenvolvimento Científico e Intercâmbio e Transferência de Tecnologia
– Desenvolvimento Social e Criação de Emprego Produtivo
– Fortalecimento de Instituições Democráticas
– Desenvolvimento Sustentável do Turismo
– Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente

O programa de bolsas de estudos acadêmicos da OEA divide-se em duas modalidades: as com pré-requisito de admissão e as bolsas ofertadas por meio de agência. Na primeira delas, o candidato assume a responsabilidade para sua admissão na instituição de Ensino Superior na qual deseja estudar. Na outra, o interessado indica três universidades nas quais gostaria de cursar e a habilitação desejada. A agência executora da organização ficará responsável em conseguir a admissão e também o auxílio financeiro necessário.

Em ambas as modalidades a duração do programa é de um ano. É possível estender esse prazo por mais 12 (doze) meses. Para os programas de pós-graduação, os estudos estão marcados para o período que compreende entre janeiro de 2009 e março de 2010.

Os benefícios incluem recursos para o transporte aéreo, fundos para matrícula e mensalidades, seguro-saúde e aquisição de material. O auxílio oferecido pela OEA cobre aproximadamente 60% dos gastos dos estudos. Portanto, é recomendável que o bolsista busque outras fontes de financiamento para cobrir as demais despesas.

Além dos programas acadêmicos, a OEA também oferece bolsas de estudo para cursos de curta duração nas áreas de treinamento especializado. Há oportunidade nas diversas áreas do conhecimento, exceto nas áreas médicas. Os benefícios deste programa são iguais as demais modalidades de bolsas da organização.

INSCRIÇÕES

Para se candidatar às bolsas da Organização dos Estados Americanos os estudantes devem preencher os formulários de inscrição disponíveis no Portal Educacional das Américas, no endereço http://www.educoas.org/. Os interessados devem encaminhar as propostas de candidatura para os ONE´s (Órgãos Nacionais de Enlace) de seus respectivos países.

No Brasil, os formulários, bem como os documentos comprobatórios, devem ser enviados para a Divisão de Temas Educacionais do Ministério das Relações Exteriores, no seguinte endereço:

Ministério das Relações Exteriores – MRE Divisão de Temas Educacionais – DCE Esplanada dos Ministérios, Bloco H, Anexo I, Sala 432 70170-900, Brasília-DF

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (61) 3411-8561, pelo fax (61) 3411-8560, pelo e-mail dce@mre.gov.br ou pelo site http://www.dce.mre.gov.br/ ou www.dce.mre.gov.br.