Pacientes do Hospital Pérola Byington sobem à passarela com modelos criados por alunos da Anhembi Morumbi

9h30

Na tarde de sexta-feira, 25 de outubro, o auditório do câmpus Morumbi foi transformado em passarela para o 9º Desfile da Primavera. Alunos de Design de Moda da Universidade Anhembi Morumbi, integrante da rede internacional de universidades Laureate, cumpriram a missão de produzir peças a partir de técnicas artesanais como o tricô, o tear e o crochê. Feitos à mão, ponto a ponto, os looks foram desfilados por 32 pacientes do Hospital Pérola Byington, especializado em saúde da mulher.

O tema “O Bordado do Improviso” fez alusão à capacidade dessas mulheres de adaptar suas vidas e rotinas ao receberem o diagnóstico. Segundo Eloize Navalon, coordenadora do curso de Design de Moda, a técnica foi escolhida por dar origem à um tecido maleável e resiliente, características encontradas nessas mulheres que lutam pela vida, além de representar uma parte importante da cultura brasileira.

O objetivo do desfile era elevar a autoestima das mulheres que estão passando por tratamento contra o câncer de mama ou ginecológico. De acordo com a doutora Faride Amar Cohen, diretora técnica de Saúde do hospital, a paciente que está de bem com a vida e com o espelho fica com a imunidade mais forte e responde melhor ao tratamento.

Adriana Valese, diretora acadêmica da Escola de Artes, Arquitetura, Design e Moda da Anhembi Morumbi, se emocionou ao falar sobre o evento: “Para nós é gratificante fazer parte dessa iniciativa, pois sabemos que o papel da universidade vai além do mundo acadêmico”, afirma.

A organização do evento ficou por conta dos alunos do curso de Negócios da Moda. Também participaram da ação, estudantes de Produção Musical, que cuidaram da trilha sonora do evento; e de Dança, que fizeram intervenções durante o evento. Para cuidar do make-up e dos penteados das ‘modelos’, foram convocados alunos dos cursos de Estética e Cosmética com ênfase em Maquiagem Profissional e Visagismo e Terapia Capilar.

Este foi o terceiro ano em que a Anhembi Morumbi apoiou a iniciativa. “Sabemos o quanto uma ação como essa pode contribuir para o bem-estar das mulheres”, afirma Eloize Navalon.