Ministério do Trabalho reconhece 59 profissões

15h45

O Ministério do Trabalho reconheceu 59 profissões – entre elas, quiropraxistas, DJs, baristas, musicoterapeutas, equoterapia e sommelier – ao integrá-las à Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), um guia que serve para formalizar os profissionais que, na maioria das vezes, já atuam no mercado (confira aqui a lista completa).

A Quiropraxia, um dos cursos de Graduação da Anhembi Morumbi, é uma profissão que elimina e previne dores nas articulações, nos músculos, nos nervos e nos ossos.

O pedido de inclusão na CBO é feito por uma entidade de classe, sindicato ou órgão do governo. Quando aceita, a profissão adquire um código e passa a ser identificada dessa forma.

Conhecida como uma espécie de dicionário das profissões no Brasil, a CBO tem registrado mais de 2.2500 atividades. No entanto, a entrada na CBO não interfere em questões trabalhistas, como jornada de trabalho ou piso salarial, é apenas um reconhecimento do papel exercido já por muitos profissionais.

Assista aqui ao vídeo sobre o assunto veiculado no Jornal Hoje, da Rede Globo.