Executivos da Petrobrás e CEMIG apresentam palestras sobre Relacionamento com Investidores

0h00

A Escola de Negócios e Direito da Universidade Anhembi Morumbi promoveu, no dia 2 de abril de 2009, a primeira palestra da TCX Educacional, em parceria com a Agência Estado.

O evento, que aconteceu no campus Avenida Paulista, faz parte de um ciclo de palestras com profissionais de RIs (Relações com Investidores) de empresas nacionais e tem como objetivo apresentar o mercado de ações e o desenvolvimento sustentável das companhias brasileiras.

O primeiro palestrante a falar foi o executivo Paulo Campos, que abordou o tema: “Estratégia, crescimento e rentabilidade da Petrobras”.

Segundo Campos, a empresa deverá investir cerca de U$ 174 bilhões até 2013, a fim de obter um crescimento integrado. “Queremos combater o aumento de poluição, ampliar as reservas de petróleo e explorar a capacidade de nossas refinarias, além de consolidar a liderança no mercado de gás”, ressaltou.

 Paulo Campos destacou a importância do Brasil ter uma cultura do investimento
Paulo Campos destacou a importância do Brasil ter uma cultura do investimento

Ele destacou que, apesar de a União ser a controladora majoritária da Petrobras, 60% do valor econômico está em mãos privadas: “Temos 37,4% deste capital em mãos estrangeiras e 30% na Bovespa. Gostaríamos muito que fosse o inverso, com mais brasileiros investindo na Petrobras. No entanto, para isso, seria necessário possuir uma cultura de investimento no mercado de ações”, explicou.

O segundo palestrante foi Antonio Carlos Vélez, gerente de mercado investidor da CEMIG (Companhia Energética de Minas Gerais). Para ele, é fundamental adotar uma política de investimentos que assegure o crescimento sustentável: “Por isso, damos importância para a rentabilidade, ou seja, retorno compatível com cada acionista. Além de parcerias com investidores estratégicos, para uma boa governança corporativa”, disse.

 Antonio Carlos Vélez ressalta a necessidade de transmitir confiança aos investidores
Antonio Carlos Vélez ressalta a necessidade de transmitir confiança aos investidores

A CEMIG conta com 63 usinas, sendo a maior distribuidora de energia do Brasil. O objetivo da companhia agora é crescer até 20% do market share e se tornar uma das cinco maiores empresas na região.

Vélez concordou com o colega Paulo Campos quanto à necessidade de disseminar a cultura do investimento no Brasil, especialmente para o pequeno investidor. “A CEMIG possui 115 mil acionistas em 46 países e é uma empresa com grande potencial no futuro”, assinalou.