Escola de Negócios da Universidade Anhembi Morumbi investe no ensino de inglês dentro da grade curricular

19h59

O domínio da língua inglesa passou de diferencial a exigência em boa parte das empresas no país. Segundo uma pesquisa divulgada pela Robert Half, ligada ao setor de recrutamento e seleção, mais de 80% dos diretores de RH acreditam que a fluência no inglês é essencial para o sucesso do negócio. No entanto, apenas 20% dos profissionais demonstram conhecimentos avançados no idioma.

Atenta ao cenário, a Escola de Negócios da Universidade Anhembi Morumbi adota, há cinco anos, o inglês como disciplina obrigatória na grade curricular dos cursos de Administração, Comércio Internacional, Marketing e Relações Internacionais. As aulas são elaboradas a partir do sistema de ensino da Cambridge University.

Para Dennis V. Reade, diretor acadêmico da Escola, a medida oferece uma formação acadêmica atualizada às necessidades de um mercado cada vez mais globalizado. “Além de preparar o estudante para vivências internacionais na carreira, frequentes na área de negócios, ao concluir a Graduação o aluno terá total competência para realizar o Toefl, teste de proficiência exigido para estudar ou trabalhar em países de língua inglesa”, afirma.

A estudante do curso de Administração, Myuriel dos Santos Morais, acredita que o ensino do idioma na grade do curso a faz sentir mais segura para a competitividade do mercado de trabalho. “As aulas de inglês oferecidas pela Anhembi Morumbi trouxeram o que nenhum curso particular conseguiu proporcionar. O projeto é bem administrado, definindo o perfil de cada aluno e evitando o desperdício de aprendizado. Com duas horas de aula por semana tenho total clareza do que é necessário para uma conversação”, afirma a estudante.