Diretores da Universidade da Flórida visitam a Anhembi Morumbi para conhecer a simulação veterinária

16h16
Professores Neimar V. Rocanti e Mauricio Melo acompanham os representantes da Universidade da Flórida em visita ao Centro de Simulação da Universidade

Professores Neimar V. Rocanti e Mauricio Melo acompanham os representantes da Universidade da Flórida em visita ao Centro de Simulação da Universidade

Nesta semana, o Centro de Simulação da graduação em Medicina Veterinária da Universidade Anhembi Morumbi recebe dois representantes da Universidade da Flórida: James W. Lloyd, diretor da Faculdade de Medicina Veterinária, e Carlos A. Risco, chefe do departamento de clinica de grandes animais. Durante três dias, os diretores acompanharão a rotina do curso de Medicina Veterinária da Anhembi Morumbi, incluindo as aulas e, principalmente, as metodologias de simulação.

O pioneirismo e inovação do curso de Medicina de Veterinária da Universidade Anhembi Morumbi foram os pontos que motivaram o interesse dos diretores da Universidade da Flórida em conhecer as metodologias da instituição. “Este reconhecimento por uma instituição importante como a Universidade da Flórida – única do Estado, representa um papel importante no desenvolvimento de pesquisas na área e na formação do profissional veterinário – é muito gratificante, já que nossa metodologia é referência no ensino da Medicina Veterinária, inclusive para outros países. Além disso, abre-se a oportunidade para uma colaboração e troca de conhecimentos imprescindíveis para a área de Medicina Veterinária.”, declara Rui Carlos Vincenzi, Diretor Acadêmico Adjunto da Escola de Ciências da Saúde da Universidade Anhembi Morumbi.

A Anhembi Morumbi foi a primeira instituição na América Latina a transpor a tecnologia da faculdade de medicina (os bonecos que simulam pacientes) para a veterinária, com o uso de cães simuladores para procedimentos corriqueiros que vão desde aplicação intravenosa de medicamentos até simples cirurgias. No Hospital Veterinário da instituição, os alunos colocam em prática o que aprendem em sala de aula e no Centro de Simulação, por meio de estágios supervisionados em laboratórios equipados com tecnologia de ponta. Neste ambiente, os alunos realizam o aprendizado prático ao prestar serviços à comunidade, com todo o suporte dos docentes, envolvendo o atendimento anual de animais e exames laboratoriais para o auxílio do diagnóstico veterinário. Além disso, os alunos são estimulados a participar de Núcleos de Inovação e Pesquisa Científica, para o desenvolvimento de novas técnicas e produtos para o segmento.

Dr. Lloyd e Dr. Risco já conheceram as instalações dos cursos de Medicina Veterinária da UVM – Universidade do Vale do México e, após passar por São Paulo, seguirão para a Universidade Andrés Bello, no Chile. As três instituições são integrantes da rede internacional de universidades Laureate.

Diretor da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade da Flórida, Dr. James W. Lloyd é Ph.D em economia agrícola, com ênfase em gestão do agronegócio e pesquisa de operações, pela Michigan State University. Líder na área da economia da saúde animal, Dr. Lloyd já foi reitor e professor da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Estadual de Michigan. Carlos A. Risco é diplomado pelo American College of Theriogenologists. O foco de sua pesquisa está no manejo reprodutivo de vacas leiteiras, distúrbio pós-parto de vacas leiteiras e também no efeito toxicológico da alimentação para animais ruminantes.