Conheça os projetos selecionados nas regiões Sul e Sudeste

16h02

O Prêmio Laureate Brasil Jovem Empreendedor Social 2018 selecionou, em agosto, os 12 projetos sociais vencedores desta edição. Idealizados por brasileiros de 18 a 29 anos, quatro dos projetos finalistas são das regiões Sul e Sudeste, selecionados pelo Jovem Empreendedor Social – Universidade Anhembi Morumbi.

Criado em 2008, o Prêmio Laureate Brasil identifica iniciativas que fazem a diferença nas comunidades em que estão inseridas e levam em consideração os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU).

A premiação integra ainda o programa global YouthActionNet®, da International Youth Foundation (IYF), fundado em 2001 e que reconhece, apoia e proporciona visibilidade às lideranças juvenis dedicadas ao empreendedorismo e ao negócio social de diversos países, por meio da rede colaborativa interligada, incluindo a parceria com a Anhembi Morumbi.

Os projetos selecionados ganharão uma capacitação em empreendedorismo social on-line e presencial, esta última em São Paulo (SP), e receberão um prêmio de US$ 2.000,00 (dois mil dólares) para investimento em seus projetos sociais.

Confira os vencedores das regiões Sul e Sudeste:

PLANT – Fazendas Urbanas
Idealizado por Jeison Cechella da Silva, o projeto desenvolve as atividades de plantio, replantio e colheita, oferecendo oportunidades de trabalho a mulheres em situação de vulnerabilidade, incluindo refugiados. A produção das hortas é 100% orgânica e a cada horta urbana construída é feita uma replicação social, doando uma outra horta em área de risco social. Por contemplar 14 dos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável de forma transversal, a PLANT recebeu menção honrosa e chancela do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (ONU/PNUD).

Instituto Desenhando Sorrisos
A ideia foi concebida pela psicóloga Jeniffer Tavares de Curitiba (PR), quando ela ainda era estudante e passou a atender a pessoas vítimas de abuso sexual. A iniciativa desenvolve palestras em empresas, comércios, cursos para profissionais, capacitações para escolas, além dos atendimentos terapêuticos. Tendo a crença que o trabalho nos âmbitos da educação, prevenção e tratamento possibilitam diminuir essa forma de violência ou evitar que ela aconteça.

Moradigna
Focado no problema das residências insalubres, a iniciativa nasceu da experiência pessoal de Matheus Cardoso, que sempre via problemas referentes a qualidade das habitações na região que morava, extremo leste da cidade de São Paulo. Cursando técnico em Edificações, ele percebeu que podia empreender e resolver um problema que assolava ele e outros 40 milhões de brasileiros. Hoje, o projeto já realizou mais de 400 reformas e tem Matheus como responsável pelas equipes de mão de obra e execução dos serviços.

Empreendescola
Projeto de educação empreendedora concebido por Juliana Cristina Freitas Silva e seu marido, que tem como foco jovens de 14 a 19 anos em estado de vulnerabilidade social em cidades no interior do país, em especial oriundos de famílias beneficiadas pelo Programa Bolsa Família do governo federal, proporcionando o acesso ao conhecimento, networking e ferramentas que ajudem a pensar e construir o caminho de seu futuro. Em três anos de atuação, já palestraram para mais de seis mil jovens e obtiveram mais de 450 jovens formados, de 15 cidades diferentes do sul de minas e leste paulista.

Parabenizamos todos os selecionados e desejamos sucesso em seus projetos!