Campus Vila Olímpia recebe Seminário Internacional Políticas de Esporte para a Juventude

0h00

Nos dia 2 e 3 de Junho, a Universidade Anhembi Morubi sediou, no campus Vila Olímpia, o Seminário Internacional Políticas de Esporte para a Juventude, que reuniu representantes do Estado e da sociedade civil, para uma reflexão coletiva sobre as políticas que envolvem esporte e juventude.  O evento, ainda contou com a participação de gestores esportivos da Austrália, China, Cuba e Inglaterra, que apresentaram experiências bem-sucedidas em seus respectivos países.

Ministro dos Esportes, Orlando Silva Jr.
Ministro dos Esportes, Orlando Silva Jr.

Na solenidade de abertura, o Ministro do Esporte, Orlando Silva Jr, expôs as ações do governo federal no âmbito do esporte educacional, como os projetos Bolsa-Atleta e Segundo Tempo. “É importante prepararmos as futuras gerações a partir da vivência esportiva, por isso o esforço que fazemos de dotar o país de uma melhor infra-estrutura”, afirmou o ministro. 

Sobre os exemplos de projetos e gestões internacionais, voltado para o esporte juvenil, apresentados no Seminário, o secretário nacional de esporte educacional, Júlio César Filgueira, disse que o Brasil tem se espelhado nos países que reforçam a matriz esportiva a partir da escola e obtido grande sucesso na formação de atletas.

O Fórum reuniu gestores brasileiros e internacionais
O Fórum reuniu gestores brasileiros e internacionais

“O esporte é parte do processo de formação da pessoa, pensando no seu desenvolvimento integral, na promoção da cidadania, na qualidade de vida e bem-estar. Por isso o governo tem tratado suas políticas, programas e projetos orientados por essa visão”, lembrou Filgueira.

Para Deborah Palma, diretora de esportes da Universidade Anhembi Morumbi, o Seminário é de fundamental importância para compreender e aprender com as ações implementadas em outros países, citando Cuba e México como os grandes exemplos apresentados em política de esportes para juventude.

Participantes ouviram experiências e debateram projetos relacionados ao esporte para a juventude
Participantes ouviram experiências e debateram projetos relacionados ao esporte para a juventude

As intervenções proferidas no seminário serão posteriormente publicadas em livro – que será lançado em até três meses após a realização do referido evento – permitindo, dessa forma, uma divulgação mais ampla das reflexões expostas.

O papel das universidades 

Júlio Filgueira ressaltou que as universidades são parceiras estratégicas no desenvolvimento de ações para a juventude sob os aspectos do conhecimento desenvolvido, da infra-estrutura singular e da concentração do público alvo prioritário.

Segundo Deborah Palma, “o esporte na Universidade Anhembi Morumbi é visto como investimento, principalmente porque desenvolve no aluno competências diretamente ligadas ao universo profissional, como liderança, espírito de equipe, solidariedade, lidar com pressão, entre outras”, explicou.

Lucas Foster, assessor para esporte universitário da Secretaria Municipal de Esportes de São Paulo, Deborah Palma, diretora de esportes da Universidade Anhembi Morumbi, e Júlio César Filgueira, secretário nacional de esporte educacional
Lucas Foster, assessor para esporte universitário da Secretaria Municipal de Esportes de São Paulo, Deborah Palma, diretora de esportes da Universidade Anhembi Morumbi, e Júlio César Filgueira, secretário nacional de esporte educacional

“O atual cenário é de falta de continuidade das atividades esportivas na educação brasileira, em que escola e universidade não se falam, mas a Anhembi Morumbi já deu um passo adiante nisso. Com a construção do nosso ginásio e o relacionamento que mantemos com as escolas, eu não tenho dúvida, nós vamos revolucionar essa questão”, afirmou a diretora.