Alunos estrangeiros participam de almoço de confraternização

0h00

Pasteizinhos de abóbora com catupiry, cuscuz à moda paulistana, escondidinho de carne seca e farofa de mandioca foram algumas das opções do almoço de confraternização dos alunos de intercâmbio, realizado no último dia 8 de abril, no Restaurante L’École, campus Vila Olímpia. O evento teve a participação de 32 estudantes de nove países, que passarão os próximos meses estudando na Universidade Anhembi Morumbi.

Para receber os intercambistas, turmas de Gastronomia e Hotelaria foram destacadas. Alunos do segundo semestre de Gastronomia, sob a coordenação do chef Luis Araujo, prepararam o almoço, que teve como tema a introdução à culinária brasileira. Já a turma do primeiro semestre de Hotelaria, coordenada pelo prof. Francisco Ribeiro, ficou responsável pela recepção dos colegas estrangeiros. A parte de serviços contou com a supervisão da Profa. Vanessa Chimirra.

 Alunos de Gastronomia, intercambistas e colaboradores interagem durante almoço
Alunos de Gastronomia, intercambistas e colaboradores interagem durante almoço

Tolga Ertan é um dos alunos. Aos 19 anos, o estudante de Comércio Internacional queria sair da cidade de Istambul, na Turquia, para estudar fora. Já havia feito um ano de curso e pensou em continuar os estudos na Europa, mas mudou de ideia. “Escolhi vir para cá porque os brasileiros são muito amistosos e porque a Anhembi Morumbi foi recomendada por um amigo meu”, conta. Aqui chegando, resolveu não ficar apenas por um ano, mas concluir sua graduação.

Outro aluno que escolheu uma experiência acadêmica fora de seu país natal foi Esteban Eduardo Rodrígues Solares, de 23 anos. O estudante de Relações Internacionais concluiu o sexto semestre na Cidade do México e veio para o Brasil para terminar o curso. “Em Relações Internacionais, nossos países são muito importantes na América Latina. Por isso optei por vir para cá”, diz Esteban, que pretende seguir carreira política quando concluir os estudos.

Para Marta Iglesis, coordenadora do International Office, intercâmbios acadêmicos são importantes “não apenas para os alunos estrangeiros, mas também para os brasileiros, que compartilham novas culturas dentro de sala”. Ela ressalta que, por ano, aproximadamente 100 estudantes vêm de outros países para a Anhembi Morumbi. “Proporcionalmente, ainda mandamos mais alunos para fora do que recebemos, mas o número de chegadas tem aumentado”, diz.