Aluna de Moda é selecionada para a final do Arts of Fashion 2009

0h00

Formação para o mercado de trabalho é o que a Universidade Anhembi Morumbi oferece em todos os cursos. Para aproximar ainda mais alunos e profissionais, a Instituição promove eventos regularmente, como foi o concurso Paixão por Criação, encerrado em maio deste ano. Contudo, há estudantes que buscam ir além. Izabela Maria da Silveira Starling de Oliveira, aluna do 5° semestre de Design de Moda, é um deles. Depois de ter conquistado o primeiro lugar na categoria Uniformes do concurso citado, Izabela foi mais longe: é uma das finalistas desta edição do Arts of Fashion (AoF).

O concurso envolve escolas de moda do mundo todo. Os alunos submetem trabalhos e, no final, nove deles são premiados com bolsas de estudo em importantes centros acadêmicos de moda em diversos países, tais como Schools of the Chambre Syndicale (França), programa de verão do Arts of Fashion (Bélgica e França), Fashion Houses de Jean-Charles de Castelbajac, Anne Valerie Hash e Natalia Brilli (França), Veronique Branquinho (Bélgica), Wendy and Jim (Áustria) e Nice Collective (EUA).

A aluna de Design de Moda ficou entre os primeiros 60 estudantes de moda e está na final. A primeira etapa envolveu alunos de 96 universidades de 28 países. Dos escolhidos, apenas dois são brasileiros. E um – Izabela – é da Anhembi Morumbi. “Acho que é uma grande chance de mostrar o meu trabalho internacionalmente. O concurso é uma vitrine mesmo”, diz.

 Izabela utilizou materiais tipicamente brasileiros – como couro de tilápia e lâmina de imbuia – para as peças a serem apresentadas em outubro, na Filadélfia.
Izabela utilizou materiais tipicamente brasileiros – como couro de tilápia e lâmina de imbuia – para as peças a serem apresentadas em outubro, na Filadélfia.

A linha geral da edição deste ano do AoF foi Illusion. “Dentro deste tema, eu desenvolvi uma coleção chamada Infinity Succession, em que eu relaciono a teoria do triângulo de Sierpinski, os primeiros trabalhos do artista plástico Vik Muniz e algumas gravuras de anatomia humana”, explica Izabela. Com isso, a aluna propõe novas formas de vestir, que não remetem necessariamente ao corpo. “A partir desta pesquisa desenvolvi  três looks, dos quais dois serão desfilados em outubro”, conclui.

No fim do ano, Izabela apresentará suas peças no Simpósio do Arts of Fashion, que ocorre na Drexel University (Filadélfia, EUA) entre os dias 24 e 28 de outubro. A estudante está confiante: “Acho que um fato que pode ser encarado como diferencial no meu projeto é a mistura de materiais, que é bastante inusitada: lâminas de madeira, couro de peixe e algodão em uma mesma peça. Também penso que o uso destes materiais extremamente brasileiros – como o couro de tilápia e a lâmina de imbuia – podem chamar a atenção pelo exótico”.

Enquanto aguarda a finalíssima, Izabel comemora a seleção com quem foi parcialmente responsável pelo seu sucesso. “Todo aluno inscrito no concurso deveria ter um tutor. O meu foi o prof. Geraldo Coelho, que me ajudou durante todo o processo de concepção do projeto, em horários fora da sala de aula. Um dos materiais que eu utilizei nos trabalhos – as lâminas de madeira  –, eu comecei a experimentar dentro da Universidade, em uma matéria chamada Projeto Interdisciplinar, ministrada pelo prof. Geraldo Coelho”, afirma.