3º Concurso Anhembi Morumbi & Colavita divulga duplas finalistas após apresentação de trabalhos na semifinal

0h00

Na tarde do último dia 8 de junho, as oito duplas semifinalistas do 3º Concurso Anhembi Morumbi & Colavita apresentaram seus trabalhos na Cozinha Demonstração do campus Centro. Depois de uma breve abertura proferida pelo prof. Francesco Tridico, sob os olhares dos cinco membros do júri e de José Luiz Vianna, representante da Colavita no Brasil, os alunos deram início às apresentações.

 Prof. Marcelo Neri, coordenador do curso de Gastronomia, profa. Sula Santana, José Luiz Vianna e prof. Francesco Tridico acompanharam as apresentações do último dia 8.
Prof. Marcelo Neri, coordenador do curso de Gastronomia, profa. Sula Santana, José Luiz Vianna e prof. Francesco Tridico acompanharam as apresentações do último dia 8.

A primeira dupla, composta pelas alunas Carolina Tiemi Iwai e Talita Oliveira Vitoreli, inspirou-se no pão para a elaboração dos pratos, e ressaltou o papel da região da Toscana, onde viveram os etruscos, povo que difundiu o alimento. As estudantes pensaram em uma entrada chamada trezucchino, de abobrinha; o prato principal foi uma pasta, e elas deram o nome de Mescla di sapori devido às misturas de aromas e paladares. Por fim, a sobremesa, Nero i bianco con dolce vino, tratou-se de uma torta de chocolate com ricota, acompanhada de vinho de frutas do bosque.

Flavio Viellas e Valéria Lemos Mattos, alunos que formaram a segunda dupla a se apresentar, centraram seu trabalho no objeto que, para eles, resume a cozinha caseira: a mesa. Inspirados na gastronomia “de raiz, sem tecnologia”, idealizaram uma entrada à base de milho e verdura, um prato principal de carne de porco, “animal muito comum nas casas italianas mais antigas”, e uma sobremesa de mel.

As alunas Elizabeth Emi Watanabe e Tatiana Harumi Seito, terceira dupla, buscaram inspiração em Leonardo da Vinci, que deixou manuscritos que tratam da culinária da época. Uma das receitas da gastronomia do artista, chamada peixe transformado, foi recriada pelas estudantes. Além disso, as invenções do gênio renascentista moldaram a estética dos pratos: os sapatos inventados para andar sobre as águas foram refeitos com alcachofra; a máquina de voar se transformou em torta de amêndoas e ganhou frutas silvestres.

O design foi o tema das receitas da quarta dupla, composta pelas alunas Eleonora Cardoso Soledade Sartori e Graziela Von Kossel. A gastronomia, assim como o design, lida diretamente com a criação. As estudantes passaram por períodos históricos para a elaboração dos pratos. Os arcos do Império Romano estão presentes na entrada de esponjas – pão embebido em azeites –; as cúpulas do Renascimento aparecem no prato principal, que remontam os elementos arquitetônicos da época; as curvas do design difundido no Pós-Segunda Guerra Mundial delineiam a sobremesa inspirada no designer de automóveis Giorgetto Giugiaro.

 Ansiedade não tirou o sorriso dos semifinalistas.
Ansiedade não tirou o sorriso dos semifinalistas.

A quinta dupla – Talita da Silva Ribeiro e Wellington Marino de Oliveira – encontrou na uva o alimento central de suas criações. Com referências à região da Toscana, primeira no mundo a demarcar uma área para o cultivo da fruta, os alunos preparam uma salada como entrada, porco com verduras aromáticas como prato principal e cantuccini de sobremesa.

Jéssica Souto Carneiro e Thais Moraes Marcelo, sexta dupla semifinalista, encontraram em Pellegrino Artusi, autor de La scienza in cucina e l’arte di mangiare bene, um dos primeiros registros de coleção de receitas da história, a inspiração para seus trabalhos. Assim, as alunas remontaram pratos do começo do século, comuns nas casas das mammas da época.

A penúltima dupla a se apresentar foi Carina Boniatti e Paulo Cesar Camargo Junior, ambos descendentes de italianos que trouxeram emoção com o tema casa da nona. Os pratos de infância, preparados pelas avós italianas, serviram para “restaurar a cultura gastronômica de lares onde a cozinha sempre teve um papel fundamental”. A entrada proposta pelos estudantes é um zucchini com presunto de Parma e queijos; o prato principal consiste em cordeiro e um creme de vinho e cogumelos; a sobremesa é composta por chocolate e licor de limão.

Por fim, Maiara Nonato Marinho e Mariana Pardo Crivellaro, oitava dupla semifinalista, adotou o tema felicidade, pois “o povo italiano tem essa característica muito forte”. Passando por três festas tradicionais na Itália, as alunas prepararam uma entrada de bacalhau e legumes; o prato principal é feito de cordeiro e fettuccine; massa frita recheada com mascarpone compôs a sobremesa.

Júri escolhe as cinco duplas finalistas
Ao término das apresentações, o júri composto pelos professores Heloisa Rodrigues, Lúcia Soares, Rosana Freire, Mônica Mortara e Daniel Frenda foi responsável por avaliar os trabalhos e escolher as cinco duplas que irão para a grande final, no próximo dia 22 de junho. São elas:

• Eleonora Soledade / Graziela Von Kossel;
• Carina Boniatti / Paulo César Camargo;
• Talita Vitoreli /  Carolina Tiemi;
• Jéssica Carneiro / Thais Marcelo;
• Elizabeth Watanabe / Tatiana Harumi.

A final do concurso ocorre na tarde do dia 22 de junho, nas cozinhas 6 e 7 do campus Centro. Os dez alunos finalistas prepararão os pratos propostos no trabalho técnico e serão avaliados por cinco chefs. A dupla vencedora será premiada com uma viagem às instalações da Colavita, em Molise, na Itália.