Núcleo de Práticas Jurídicas desenvolve projeto voltado a população carente

19h23

Com o objetivo de oferecer atendimento e orientações jurídicas gratuitas a comunidades menos favorecidas, estudantes do 7º semestre tiveram a oportunidade de serem os percursores de um projeto que além de possibilitar o exercício da cidadania, também proporciona a vivência prática da dinâmica vista em sala de aula, por meio do projeto social e jurídico denominado “Justiça para a Comunidade”.

A ação, implementada em abril de 2016, teve início com atendimentos no Centro para Crianças e Adolescentes Santa Tereza de Jesus, localizado na Rua Gomes de Carvalho, próximo ao câmpus Vila Olímpia.

Na ocasião, os alunos atenderam pais de crianças que estudam no local e que se enquadravam dentro dos requisitos exigidos para atendimento: ter baixa renda; morar na região de Santo Amaro e possuir dúvidas quanto aos assuntos relativos à Direito de Família e do Consumidor.

Os atendimentos foram realizados das 8h às 10h da manhã, proporcionando aos alunos a oportunidade de vivenciarem “in loco” a prática da advocacia, e garantindo aos assistidos o encaminhamento de seus casos para o Núcleo de Práticas Jurídicas da Universidade, a fim de ajuizarem a ação judicial competente.

Apesar do trabalho duro, as atividades do grupo não pararam por aí. Dando sequência às atividades, os estudantes envolvidos no Projeto, juntamente com outros cursos, participaram do Dia da Responsabilidade Social na Comunidade Coliseu e, também, divulgaram os serviços oferecidos pelo Núcleo na escola EMEF Prof. Maria Antonieta Dalkimin Basto, ao lado da unidade 6 no câmpus Vila Olímpia.

Parabéns a todos os envolvidos pelo excelente trabalho.

Atendimento de alunos sob supervisão do coord. do Núcleo

Atendimento de alunos sob supervisão do coord. do Núcleo

 

À direita, o coordenador do NPJ, profº Dan R. Levy

À direita, o coordenador do NPJ, profº Dan R. Levy

Alunos do 7º  semestre participantes do Projeto

Alunos do 7º semestre participantes do Projeto