Educação a Distância apresenta crescimento no Brasil e no mundo

A Educação a Distância (EAD) vem crescendo intensamente no Brasil e no mundo. Em 2011, de acordo com dados do Censo de Educação Superior, dos 6,7 milhões de universitários brasileiros, 14,7% estavam matriculados em cursos a distância. Já no Canadá, país pioneiro na massificação da EAD, seus 32 milhões de cidadãos têm à disposição 56 universidades, das quais 53 oferecem cursos a distância.

As instituições de ensino encontraram nessa modalidade de educação a possibilidade de ampliar suas fronteiras, oferecendo, além dos cursos 100% a distância, disciplinas on-line em cursos presenciais como uma forma de enriquecer o currículo e contribuir para a autonomia dos estudantes na aquisição de conhecimento.

São diversos os benefícios associados à EAD, como flexibilidade de tempo, economia no deslocamento até o local de estudo, multimeios de aprendizagem, moderação de seu ritmo de estudo, interação com pessoas de diferencias culturas e experiências profissionais, além da oportunidade de estudar a partir de novas metodologias e tecnologias. No entanto, para que a experiência seja positiva, é importante que sejam avaliados três aspectos relevantes: o credenciamento da instituição pelo MEC; a metodologia aplicada, associada aos recursos de interação e ao papel dos docentes e tutores no processo de aprendizagem; assim como o ambiente virtual e os recursos disponíveis.

“A Educação a Distância tem permitido expandir a oferta da educação para pessoas que antes não poderiam estudar presencialmente por diversos motivos. Além disso, as novas tecnologias de EAD têm nos forçado a repensar nossas práticas na própria educação presencial, gerando uma onda de inovação pedagógica”, afirma o especialista em EAD, prof. João Mattar.

As novas tecnologias contribuíram significativamente para a criação de novas ferramentas de comunicação e informação dentro da modalidade a distância. No entanto, de acordo com Janes Fidelis Tomelin, diretor acadêmico de Educação a Distância da Anhembi Morumbi, é preciso ficar atento à forma como essas tecnologias são utilizadas. “Se utilizarmos as novas tecnologias em uma metodologia instrucionista, continuaremos reproduzindo os modelos de educação convencionais. Por isso, na Anhembi Morumbi, utilizamos as ferramentas tecnológicas como suporte à metodologia, a qual é sustentada por três pilares: Aprendizagem Individualizada; Aprendizagem Mediada e Aprendizagem Cooperativa”, afirma.

A Aprendizagem Individualizada garante aos estudantes o desenvolvimento de sua autonomia e competência de aprender a aprender. No caso da Aprendizagem Mediada, os estudantes têm à disposição recursos para interação com docentes e tutores. Já na Aprendizagem Cooperativa é possível potencializar a aprendizagem a partir de recursos de interação e socialização de conhecimentos construídos na comunidade de estudantes.

Para Mattar, atualmente pode-se verificar que há diversas experimentações ocorrendo na Educação a Distância, como a incorporação de games, redes sociais, realidade aumentada, mobile learning e MOOCS (Massive Open Online Courses ou Cursos On-line Abertos Massivos). Inclusive, muitas dessas experimentações também ocorrem nos cursos presenciais. “A principal tendência no cenário da educação mundial é que, em um futuro próximo, a EAD e a educação presencial se misturem, gerando o que chamamos de blended learning, uma mistura entre atividades presenciais e a distância no ambiente acadêmico”, ressalta o especialista em EAD.

A EAD NA ANHEMBI MORUMBI

Na Anhembi Morumbi, a inclusão de conteúdos on-line nos cursos presenciais teve início na década de 90, sendo pioneira no segmento. E, a partir de 2004, com o credenciamento da modalidade pelo Ministério da Educação (MEC), a Universidade passou a oferecer cursos 100% on-line. Desde então, os estudantes puderam acompanhar a evolução da Unidade Web, canal virtual de oferta das disciplinas on-line.

Atualmente, segundo Janes, as principais melhorias voltadas para a aprendizagem dos estudantes nesse ambiente virtual da Anhembi Morumbi são:

Em constante aperfeiçoamento e evolução, a Educação a Distância está cada vez mais presente no cenário educacional mundial, contribuindo não só com a formação acadêmica como também com a construção de características fundamentais para o futuro profissional: autonomia e autodisciplina.

Clique aqui e saiba mais sobre Educação a Distância.

Assista ao vídeo do especialista em EAD, João Mattar:

Uma universidade de fronteiras e mentes abertas