Docentes da Comunicação são finalistas no Prêmio Professor Imprensa 2017

17h07

Eles concorreram com mais de 249 professores de 112 instituições espalhadas de norte a sul do país e agora estão entre os finalistas da região Sudeste. Max Milliano Tolentino Melo, conhecido como Max, Patrícia Paixão e Ricardo Olímpio são docentes de cursos de comunicação da Universidade Anhembi Morumbi e receberam com surpresa a notícia de que estão na final.

Na primeira etapa do Prêmio, encerrada em 15 de setembro, os internautas foram convidados a indicar professores que inspiraram e marcaram sua trajetória nos cursos de Comunicação.

O resultado disso foram 731 indicações de todo o Brasil, superando a marca da 2ª edição do Prêmio, em 2016, que atingiu 576 indicações. Passada esta fase, os professores selecionados agora vão disputar a fase de votação popular, em cédula eletrônica. Esta etapa se estende até o dia 31 de outubro.

Os professores da Anhembi Morumbi

Prof. Max Tolentino

Max é professor do curso de Jornalismo no câmpus Vila Olímpia e revelou que quando a Universidade compartilhou na página de notícias a informação sobre o prêmio, alguns de seus alunos o marcaram, dizendo que o indicariam, porém, jamais imaginou que as indicações
seriam suficientes para que ele chegasse à final.

“ De certo modo, foi bastante surpreendente, especialmente porque sou professor na Anhembi há apenas um semestre. Quando recebi a notícia, fiquei bastante emocionado e pude compartilhar esse momento com os alunos, já que estava no intervalo da aula quando recebi o e-mail da Revista Imprensa me contando da indicação. Senti-me bastante honrado, já que trata-se de um reconhecimento vindo dos próprios alunos que são a razão maior de ser de todo professor”, comenta o professor Max.

Prof. Ricardo Olímpio

Já Ricardo Olímpio leciona Publicidade e Propaganda no câmpus Mooca.  Ele disse que um certo dia, ao acordar pela manhã, se apropriou de seu hábito diário de verificar o celular. E foi em uma dessas conferências matinais que leu entre as últimas notificações, o comunicado da Revista Imprensa, sobre os finalistas.

“Tudo que é feito amor gera bons resultados. Faço o que gosto e continuo a trilhar o caminho que escolhi desde que prestei o vestibular para Publicidade e Propaganda. Nunca tive dúvidas quanto ao meu propósito profissional. Desde recebi o convite para lecionar, tento ser o professor que em alguns momentos não tive. Tento ser pai, amigo e profissional referência.

Fiquei surpreso e obviamente muito feliz. Agora, a única coisa que penso é: se estou dentro, quero ganhar!”, finaliza o professor Ricardo.

Profa. Patrícia Paixão

A professora Patrícia Paixão é daquelas que faz valer o nome e tem verdadeira adoração pelo que faz. Ela destaca que muitos professores pensam que a relação que têm com os alunos é meramente profissional, algo que ela também pensava e que caiu por terra quando se deparou com as indicações ao prêmio, aí, segundo ela, foi possível ver que é muito mais que isso, é uma relação de carinho também.

“O fato de ter ficado entre os finalistas já foi um grande presente e saber que isso só foi possível graças aos alunos, é um enorme reconhecimento e estou muito feliz por isso”, conclui a professora

Fase final

A votação da fase final do Professor Imprensa segue até o dia 31 de outubro e para contribuir com seu voto, basta acessar aqui. Lembrando que o usuário deve possuir um e-mail para a validação do voto.

Então, agora só nos resta cruzar os dedos e torcer pelos nossos mestres!

Parabéns pela conquista desta etapa!